Não sei se vocês também são como eu. Gosto de ter a casa arrumada e limpinha, mas nem sempre é possível.

No momento, não tenho ajudante, ou melhor, tenho, minha filha mais velha, de 3 anos, que gosta de me ajudar a limpar. Uma amiga mais velha, comentou essa semana comigo, que, talvez queremos estar com tudo no lugar em casa, não para nós mesmas, mas pensando no que os outros vão pensar se não estiver tudo em ordem. É verdade! Mas é importante não nos concentrarmos tanto na arrumação e coisas a fazer, e aprender a investir tempo em nossos filhos. Pensando nisso, achei que esta lista abaixo pode nos ajudar:

“7 dicas de como abraçar seus filhos ao invés de abraçar sua lista de afazeres” (7 Tips for Hugging Your Kids Instead of Your To Do List), que você encontra aqui (http://creativewithkids.com/how-to-hug-your-kids-instead-of-your-to-do-list/):

  1.      Respire fundo e note os detalhes do momento;
  2.      Use um alarme – Nós temos uma lista grande de maneiras como conectar com crianças de todas as idades em 10 minutos especiais (http://creativewithkids.com/best-ways-to-connect-in-10-minutes/)

Eu sei que é mais fácil falar que fazer. Mas seu tempo com seus filhos é curto e seus afazeres nunca acabam e você está sendo modelo para eles de como colocar relacionamentos primeiro e trabalho em segundo lugar, certo?

  1.      Escolha pequenos rituais que te ajudem a conectar todos os dias – o jeito que vocês abraçam dizendo bom dia, uma música engraçada na hora da limpeza, beijos de boa noite.

– Tente ter um ou dois rituais de jantar (http://creativewithkids.com/5-easy-dinner-rituals-to-build-family-connection/) para tentar conectar na hora do jantar, sem ser uma grande confusão.

– Escolha uma pergunta (http://creativewithkids.com/getting-to-know-your-kids-family-conversation-starters/) para começar uma conversa depois que as crianças voltarem da escola.

– Descubra alguns jogos favoritos (http://creativewithkids.com/5-favorite-card-games-for-young-kids/) que não demoram para te dar um momento gostoso por um tempo.

  1.      Saia de casa

Kristal K. – “Eu saio de casa…é mais fácil brincar quando a louça e a roupa suja não ficam olhando pra mim.

  1.      Envolva seus filhos em tarefas domésticas – trabalhar junto dá a chance aos seus filhos de estar contribuindo com a família e dá a você a chance de conversar enquanto trabalha.
  2.      Anote as “coisas a fazer”, mas não se torne um escravo da sua lista. Em seu livro “Overwhelmed: Work, Love, and Play When No One Has the Time (Oprimida: trabalho, amor e brincadeiras quando ninguém tem tempo), Brigid Shulte fala sobre o fato de que a lista de afazeres nunca irá embora.
  3.      Inclua sua família na discussão – deixe seus filhos e marido saberem o quanto você gostaria de ter um momento de conexão.

 Pare de fazer um cenário de Se-Então:

Se nós sempre tivermos nossa vida baseada no cenário: “SE eu terminar isso, ENTÃO eu poderei me concentrar nas crianças.”, nós nunca nos sentiremos satisfeitas de termos tomado cuidado do que realmente importa em nossos corações. Contas tem que ser pagas, a casa precisa ser limpa, o almoço precisa estar pronto, mas a família também precisa estar nutrida. Isso é a vida – é bagunçada e linda e, felizmente, não terminada aindaImagem.

Abrace seus filhos, não sua lista de afazeres.”

 

Obs: tentarei traduzir os outros artigos aqui citados.

Beijos,

Fiquem firmes em Deus!