Busca

Alegria de Mãe

Tag

exemplo

Você é um modelo para seu filho?

Esses dias conheci uma mãe, que me contava sobre sua filha, ou melhor, reclamava de sua filha: “Ela não gosta de brincar de quebra-cabeça, é muito vaidosa, ela tem um tablet e só quer saber dele, não se interessa em aprender a ler…” e assim foi contando. Conversando um pouco mais, perguntei se ela, a mãe, tomava tempo pra filha, sentava pra brincar com ela, se ela mesma lia…
Muitas vezes, queremos que uma criança desenvolva algo ou seja algo, sendo que ela não tem um exemplo. E nós, pais, somos os exemplos! Se primeiro não demonstrarmos o correto, como eles irão aprender? E se não demonstramos, e ainda criticamos, isso só irá prejudicar cada vez mais a criança! ‘Bora lá, nesse dia das crianças, não gastar muito dinheiro, mas sim, investir tempo em nossos filhos! Sente no chão e jogue um jogo, role na grama, faça um piquenique, mostre a eles que você se interessa e os ama! – só pra deixar claro que eu tbm preciso me policiar!

Anúncios

Coisas que aprendi com a minha Mãe – parte 3

Olá,

outra “coisa” que aprendi com a minha Mãe foi reunir para orar.

Essa “coisa” me lembro melhor na fase da adolescência/juventude.
Se alguém ligasse para compartilhar alguma dificuldade, algo que estava passando aquele momento, ou até alguma prova que estivesse sendo feita naquele momento, minha mãe reunia quem estava em casa e orávamos juntos.

Simples e eficaz.

Claro que orávamos em outros momentos também, mas essa “coisa” de reunir em dificuldade, interceder por outros, era algo especial.

E é uma alegria, como mãe, passar isso para os meus filhos.

“…A oração de um justo é poderosa e eficaz.”
Tiago 5:16
“E tudo o que pedirem em oração, se crerem, vocês receberão”.
Mateus 21:22

Até a próxima,
Carmen

Como você tem influenciado o seu filho?

Olá,

Hoje foi um dia de comemorar! Comemoramos o primeiro cocô do meu segundo filho, no vasinho!!! Se você é mãe, sabe que grande feito isso representa! (Talvez alguns estejam pensando: “Isso é coisa para se compartilhar aqui?”)

Na verdade não quero falar exatamente sobre esse fato. Você se lembra como reagiu quando isso aconteceu com o seu filho? E o que a sua reação causou nele?

Quando vibrei e dei “Parabéns” pela grande realização, meu pequenino, que a princípio estava inseguro de sua nova façanha, ficou feliz e percebeu que era algo bom o que estava fazendo. Eu o influenciei a ficar feliz.

Muitas vezes já ouvi mães (e pais) dizerem que deixarão seus filhos escolherem seus caminhos, fazerem suas decisões na vida. Mas o impacto dos nossos exemplos, como pais, desde a infância de nossos filhos, é muito grande! Desde pequenos, os filhos observam seus pais. E aprendem. E copiam. Não só o certo, mas o errado também.

Em seu livro “Mentiras em que as mulheres acreditam e a verdade que as liberta”, Nancy Leigh DeMoss diz que muitos pais cristãos estão cegos a respeito do impacto que o seu próprio exemplo causa em seus filhos, assim como as decisões que estão fazendo (ou não estão fazendo) em relação aos seus próprios filhos.

Nós, pais, temos grande influência ao moldar as vidas de nossos filhos, através de nossos exemplos e nossos ensinamentos.

Ao escrever essas palavras, sei que também preciso me analisar e perceber o que eu estou fazendo com os meus filhos.

“(…)pais que acreditam e agem baseados na Verdade serão libertos para amar, aproveitar, treinar, e nutrir seus filhos, e pela graça de Deus, enviar essas crianças para refletir a glória e a graça de Deus para a próxima geração.”

E você, como tem influenciado o seu filho?

“Trouxeram-lhe, então, alguns meninos, para que sobre eles pusesse as mãos, e orasse; mas os discípulos os repreendiam.
Jesus, porém, disse: Deixai os meninos, e não os estorveis de vir a mim; porque dos tais é o reino dos céus.
E, tendo-lhes imposto as mãos, partiu dali.”
Mateus 19:13-15

 

Abraços,

Carmen

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: