Busca

Alegria de Mãe

Tag

dia das mães

Como não ficar desapontada neste Dia das Mães

Mamães,
Hoje escrevo pensando em mães de filhos pequenos, principalmente.
Você já criou expectativas grandiosas para o que irá/iria acontecer no seu Dia das Mães? É SEU dia ESPECIAL! O que será que irão fazer para o café da manhã? Que horas vão começar o almoço (hahahaha)? E assim por diante.
Encontrei um post (clique aqui), da Lisa-Jo Baker, que gostaria de compartilhar, pois foi de grande ajuda para mim!

COMO NÃO FICAR DESAPONTADA NESTE DIA DAS MÃES
“Eu li no Facebook e Twitter e ouvi nos telefonemas do ano passado. O desapontamento.
As flores que não vieram, os cartões esquecidos, o café da manhã que foi um desastre e que você teve que limpar porque todos os outros estavam assistindo TV.
A casa que não estava calma ou limpa ou arrumada. O dormir até mais tarde que não aconteceu, a soneca que se evaporou em um choro do pequeno, a comida que alguém não preparou. As roupas que não foram guardadas para você.
As crianças que não ligaram, o sermão/pregação que não foi sobre mães, os netos que não visitaram.
Eu ouvi isso repetidas vezes de diferentes formas, desapontadas e “para baixo” – como esse único dia não tem como parecer com o que é ser mãe.
Como 24 horas não podem ser a medida de uma vida.
Porque nós achamos que será? Eu me pergunto isso a cada ano após o inevitável desapontamento.
Mas sim, nós criamos expectativas.
Nós esperamos coisas grandes e pensamentos pré-programados que não sabemos como acabar com as expectativas.
Esperamos coisas tão impossíveis que elas, as vezes, se tornam em direito.
E direito? Direito é terreno escorregadio.
Direito acredita que sabemos melhor e merecemos o melhor.
Maternidade se curva. Direito demanda.
Maternidade serve. Direito bate o pé.
Maternidade se delicia. Direito mantém listas.
Maternidade sorri. Direito choraminga.
Maternidade celebra. Direito reclama, fica de mau humor.
Maternidade é esquecer-se, lembrando das covinhas e das bocas com chocolate ao redor.
Direito experimenta o azedo em cada pedaço do dia que não acontece de acordo com o planejado.
E a grande ironia de um dia dedicado a lembrar mães é que ele pode me fazer esquecer quão contente eu sou no meu papel. Porque eu não sou a soma total de um café da manhã na cama ou uma pia sem louças. Eu não sou definida por como o quarto das crianças está arrumado ou quem se lembrou de fazer um lindo cartão.
O que eu acredito, o que tenho aprendido, o que ganhei através de todas as noites mal dormidas, os milhões de passos dados pela casa, todas as reuniões de pais e professores e almoço frios e roupas estragadas é que o presente da maternidade, a arte desse lindo e santo trabalho é encontrar um meio de me esquecer em favor de outro alguém.
O sagrado da maternidade é como ela me ensina a me perder a mim mesma, deixar ir Lisa-Jo e me entregar num ato de renascimento que somente um Deus que quer me ajudar a me desfazer de tudo o que acho que tenho direito.
Tem sido uma batalha dura de permanecer no contentamento. Nessa pequena casa alugada, com essas crianças que as vezes me deixam doidas.
Então este ano, este ano quero estar preparada. Eu quero ter o Dia das Mães em minhas próprias mãos e fazê-lo mágico de maneiras inesperadas.
Porque eu estou aprendendo. Devagar e com teimosia, estou aprendendo que nós lutamos contra o medo de perder, lembrando que é dobrando os nossos joelhos para servir, que estamos mais satisfeitas.
Então esse ano, meu plano é ter certeza de que não estou perdendo a alegria do Dia das Mães.
A questão é, nós somos mães porque fomos chamadas para isso. Nós somos mães porque é um presente.
Nós somos mães porque Deus nós confio essas crianças. Nós somos mães porque não podemos não ser.
E quero continuar vendo a maternidade pelo que realmente é.
Um presente bagunçado, bonito, caótico, milagroso, insubstituível e sem devolução.”

 

Continuem firmes e contentes nesse papel em que Deus te colocou: ser mãe!

Carmen

Sorteio

 Meninas,

Logo farei outro sorteio. E assim que colocar as regrinhas aqui, não demorará muito para fazer o sorteio! Sorteio relâmpago! Fiquem atentas!!!!

Abraço,

Carmen

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: