Busca

Alegria de Mãe

Tag

amor

O que a queda do avião tem a ver com você?

Oi pessoal,

essa semana tivemos o acontecimento muito triste da queda do avião da Germanwings, indo de Barcelona para Düsseldorf, que matou todos os passageiros. Com dificuldade, a equipe que está trabalhando nos Alpes, consegue encontrar partes do avião. Leia a notícia aqui.

E se o seu filho estivesse naquele avião? E se você estivesse naquele avião?

De uma coisa estou certa: se eu, Carmen, estivesse naquele avião, poderia saber com toda a certeza, que quando morresse, meu encontro seria com o Senhor Jesus. Como eu sei? Na Bíblia existem diversos versículos que esclarecem sobre isso:

João 5:24:

“Em verdade, em verdade vos digo: Quem ouve a minha palavra e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, não entra em juízo, mas passou da morte para a vida.”

João 1:12:

“Mas a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus; a saber: aos que crêem no seu nome.”

Em João 3:16 diz:

“Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.”

 

E você, para onde acha que iria se estivesse naquele avião?

Existe, na internet, a possibilidade de se fazer um curso, chamado “Curso Bíblico Básico”, que aborda diversos assuntos, referentes a Deus, às intenções de Deus com você, entre outros, além de explicar como podemos saber nosso destino. Clique aqui para acessar a página do curso.

 

Tenha um ótimo final de semana,

Carmen

Como você investe em seu(s) filho(s)?

Oi meninas,

Em uma das nossas consultas, comentei com a pediatra sobre crianças mais “agitadas” que o normal. Ela mesma, assim como eu, acredita que a falta de atenção dos pais faz com que a criança busque essa atenção de alguma outra forma. Talvez, as vezes, sendo “agitada”.

Sobre a necessidade de afeição, em seu livro “Bible Learning Activities”, Bolton e Smith dizem: “Estudos mostram que crianças não conseguem sobreviver sem a afeição  e amor dos pais. Amor é uma das necessidades básicas da natureza humana. A criança que tem problemas na disciplina, muitas vezes está demonstrando que não sente afeição das pessoas mais significantes em sua vida.” (…)

“A esfera natural em que é mostrada afeição para crianças é o lar. Mãe e pai são de importância primária em responder essa necessidade. Geralmente a criança que vem de um lar onde sofreu rejeição é forçada a olhar para um substituto favorável a fim de atender essa afeição.”

Em seu artigo “Criar filhos num regime de escravidão”, o Pr.Gilberto Celeti faz a seguinte colocação:

“A importância de um relacionamento de boa qualidade com a criança é sem dúvida fundamental na formação da criança. O investimento não apenas financeiro, mas de tempo e de atenção para com as crianças é que fará uma grande diferença.

O mais importante no desenvolvimento sadio, especialmente nos três primeiros anos de idade, é uma pessoa altamente engajada em seu relacionamento com a criança. Isto está sendo totalmente negligenciado pelos pais, que não estão ocupando este lugar.

Joquebede fez o investimento sábio, ao contrário de muitos pais que estão terceirizando a educação dos seus filhos. Joquebede, embora privada bem cedo do convívio de seu filho, aproveitou e muito bem, os primeiros anos para inculcar no menino a verdade de Deus.”

 

E você, está tentando investir tempo nos seus filhos? Está realmente dando atenção para eles? Se esforça para inculcar a Palavra de Deus nos seus filhos?

 

Carmen

 

Um novo começo

Oi pessoal,

Ontem comemoramos 7 anos de casamento! Já tivemos de tudo desde o momento em que casamos: mudança de cidade, fazer novos amigos, morar em lugar desconhecido, morar longe da família. No meio disso tudo, saber viver com esse “ser” que passei a chamar de marido…e…morar beeeeem mais longe da família, aprender nova cultura (para mim), fazer novos amigos novamente….e assim foi e vai indo nossa vida a dois, ou melhor, agora 4! Não sou uma “expert” em casamento, mas a grande dica, creio eu, está em 1Coríntios:
“O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece, não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal; não folga com a injustiça, mas folga com a verdade; tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.” 1Coríntios‬ ‭13‬:‭4-7‬

Com a ajuda do meu maridão, nessas Bodas de Lã, ganhei um novo espaço para o blog!

Abraços,
Carmen

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: