Oi meninas,

Em uma das nossas consultas, comentei com a pediatra sobre crianças mais “agitadas” que o normal. Ela mesma, assim como eu, acredita que a falta de atenção dos pais faz com que a criança busque essa atenção de alguma outra forma. Talvez, as vezes, sendo “agitada”.

Sobre a necessidade de afeição, em seu livro “Bible Learning Activities”, Bolton e Smith dizem: “Estudos mostram que crianças não conseguem sobreviver sem a afeição  e amor dos pais. Amor é uma das necessidades básicas da natureza humana. A criança que tem problemas na disciplina, muitas vezes está demonstrando que não sente afeição das pessoas mais significantes em sua vida.” (…)

“A esfera natural em que é mostrada afeição para crianças é o lar. Mãe e pai são de importância primária em responder essa necessidade. Geralmente a criança que vem de um lar onde sofreu rejeição é forçada a olhar para um substituto favorável a fim de atender essa afeição.”

Em seu artigo “Criar filhos num regime de escravidão”, o Pr.Gilberto Celeti faz a seguinte colocação:

“A importância de um relacionamento de boa qualidade com a criança é sem dúvida fundamental na formação da criança. O investimento não apenas financeiro, mas de tempo e de atenção para com as crianças é que fará uma grande diferença.

O mais importante no desenvolvimento sadio, especialmente nos três primeiros anos de idade, é uma pessoa altamente engajada em seu relacionamento com a criança. Isto está sendo totalmente negligenciado pelos pais, que não estão ocupando este lugar.

Joquebede fez o investimento sábio, ao contrário de muitos pais que estão terceirizando a educação dos seus filhos. Joquebede, embora privada bem cedo do convívio de seu filho, aproveitou e muito bem, os primeiros anos para inculcar no menino a verdade de Deus.”

 

E você, está tentando investir tempo nos seus filhos? Está realmente dando atenção para eles? Se esforça para inculcar a Palavra de Deus nos seus filhos?

 

Carmen

 

Anúncios