Oi meninas,

FELIZ ANO NOVO! Que vocês possam buscar a Deus em primeiro lugar durante esse 2015 e possam auxiliar seus filhos nessa tarefa também!

Quem aí gosta de esperar? Esperamos em fila de banco, fila de pãozinho que já vai sair do forno, fila de restaurante, esperamos alguém ficar pronto, esperamos o site carregar e tantas esperas mais!

E quem aí já é mãe sabe bem como são os nove meses de espera pelo bebê tão aguardado!

Interessante é a perspectiva de Jessie R Sandberg, que em seu livro “Kitchen Window” (Janela da Cozinha), acha que não existe algum período de tempo que se parece tão longo como os nove meses antes de um bebê nascer.

Ela tem quase certeza de que Deus preparou o tempo necessário para se ter um bebê por razões ainda mais importantes que o desenvolvimento físico da criança. É como se esse período fosse para fazermos um estoque mental e espiritual.

Não é maravilhoso, diz ela, que o Senhor as vezes nos coloca em situações nas quais temos que esperar? Não importa quão impacientes nós somos, Deus nos dá um tempo para esperar.

Diz ela que, nas últimas semanas de gestação, quando os dias parecem mais longos e o corpo mais pesado, ela aprecia ainda mais ler o Salmo 37.

E você, o que já aprendeu ou pode aprender dos tempos que Deus te faz esperar?

Abraços,

Carmen

Parte do Salmo 37 (vers 3-8), Bíblia:

“Confia no Senhor e faze o bem; habitarás na terra, e verdadeiramente serás alimentado.
Deleita-te também no Senhor, e te concederá os desejos do teu coração.
Entrega o teu caminho ao Senhor; confia nele, e ele o fará.
E ele fará sobressair a tua justiça como a luz, e o teu juízo como o meio-dia.
¶ Descansa no Senhor, e espera nele; não te indignes por causa daquele que prospera em seu caminho, por causa do homem que executa astutos intentos.
Deixa a ira, e abandona o furor; não te indignes de forma alguma para fazer o mal.”

Anúncios