Olá mamães,

sou mãe em tempo integral. Isso significa que meu trabalho é em casa, no meu lar, cuidando do meu marido, dos meus filhos, dos afazeres domésticos.

Creio que Deus deu as mamães uma grande tarefa: ter como campo missionário os seus próprios filhos. E se você enxerga a sua tarefa, e a faz de coração, sabe que não é pouco o trabalho!

Foi pensando nisso, e em outras coisas, que desde cedo, na minha jornada como mãe, busquei investir na vida de meus filhos.

Conversando com minha sogra sobre minha indignação por mães simplesmente deixarem seus filhos em frente a TV grande parte do dia, que ela me disse algo que não havia analisado: “Esse tipo de mãe talvez nunca tenha aprendido ou vivido o que se pode fazer com os filhos. É por ignorância que o fazem.”

Por isso, começarei a compartilhar idéias de coisas que faço com meus filhos.

Tenho uma filha que acabou de completar 4 anos, e um filho de 1 ano e 8 meses. Os dois ficam em casa o dia inteiro, comigo! Claro que saímos, as vezes, para tomar um ar fresco! =)

Dica #1:

IMG_3317

De vez em quando, vou a uma loja que tem “instrumentos musicais” baratos, para crianças. Já compramos pandeiros, gaitas e um “bate-bate” com apito (não sei o nome certo…hehe). Também tem instrumentos feitos por mim mesma, como a castanhola feita com papelão e tampinha de garrafa de vidro (achei um tutorial que usa botões aqui ), chocalhos (feitos com latinha de pó royal, com feijão ou arroz dentro, encapadas com papel de presente bonito). E também ganhamos chocalhos de amigos que tem uma loja de instrumentos musicais (os que parecem ovos, de cor vermelha, azul e verde. Na época, dois chocalhos custavam R$ 11,00). Na foto ainda tem a flauta doce (daquelas de plástico, baratinhas), e o “train whistle”, que imita o assobio do trem.Temos também um xilofone e um violãozinho, que não apareceram na foto. Além disso, de veeeeeeeez em quando, tiro o pó do meu violino e toco com as crianças!

Como fazemos: as vezes, eles pegam a cestinha onde ficam os instrumentos e tocam sozinhos, cantando ou não junto. Mas de vez em quando, fazemos de forma organizada, nos sentamos em rodinha e cantamos músicas (geralmente cristãs ou inventadas pela minha filha).

Porque devemos cantar ou incentivar a música em nossa casa?

Como não sou “expert” no assunto, resolvi deixar alguns links para vocês mesmos lerem:

Este link é de um estudo de revisão de literatura que avaliou a influência da educação musical no desempenho cognitivo, auditivo e linguístico de crianças e adolescentes.

Este outro link é sobre A música e o desenvolvimento da criança.

E neste outro link, tem como título “O Processo de criação musical da criança”.

Mas a real razão da nossa voz cantar deve ser o Senhor:

“¶ Louvai ao SENHOR. Louvai a Deus no seu santuário; louvai-o no firmamento do seu poder.
Louvai-o pelos seus atos poderosos; louvai-o conforme a excelência da sua grandeza.
Louvai-o com o som de trombeta; louvai-o com o saltério e a harpa.
Louvai-o com o tamborim e a dança, louvai-o com instrumentos de cordas e com órgãos.
Louvai-o com os címbalos sonoros; louvai-o com címbalos altissonantes.
Tudo quanto tem fôlego louve ao Senhor. Louvai ao Senhor.”

Salmos 150:1-6

Até a próxima,

Fiquem firmes em Deus!

Carmen

Anúncios