(Foto: Nossa tradição de Natal: fazer bolachinhas e distribuir para os vizinhos e amigos)

 

Olá meninas,

Vocês já perceberam como o mundo tecnológico e virtual tem tomado conta de nós?! E as vezes, estamos envolvidos nesse mundo muito além do que imaginamos.
Chegar na casa da amiga e ter que competir com a TV ligada, pra ver quem fala mais alto ou conta algo mais interessante.
Pode ser que as crianças se machuquem, para daí a mãe largar do computador.
Ou os pais pensem que a filha de 6 anos já passou da hora de ter um tablet.
Qualquer que seja nosso deslize na área tecnológica (e porque não dizer vício?), precisamos constantemente nos analisar e exigir mudanças de nós mesmos.
Talvez estejamos super ocupadas, que nem conseguimos arranjar um tempinho pra sentar no chão com o(s) nosso(s) filho(s) e rolar uma bolinha, ou montar um quebra-cabeça. Ou nossos filhos estão tão cheios de atividades, que só os vemos quando os levamos de uma atividade para a outra.
Para nos ajudar de maneira prática, traduzi 5 dicas que a Cherie postou aqui (http://www.itakejoy.com/5-ways-to-connect-more-as-a-family-and-less-to-technology/), para ficarmos menos conectados a tecnologia e mais conectados a nossa família.

1) “Famílias conectadas irão desconectar ao desligar aparelos eletrônicos. Atualmente esse é um dos melhores meios de se conectar uns com os outros. Considere quanto tempo você gasta assistindo TV, filmes, ou na mídia social. Ou melhor, pergunte ao seu filho quanto tempo você gasta em frente do computador ou TV. Eu vejo meu tempo de uso do computador muito menos que minha filha vê. Lembre-se que crianças soletram amor como T-E-M-P-O.

2) Famílias conectadas comem refeições junto. Trinta anos atrás, refeições em família eram comuns na maioria das casas. Mas hoje, isso já não acontece por causa dos pais que trabalham demais e crianças com muitas atividades, é difícil estarem todos ao redor da mesa do almoço. Se a hora do almoço é difícil, tentem tomar café da manhã todos juntos. Os benefícios de ter refeições todos juntos, valem a pena.
(…)

3)Famílias conectadas gastam tempo junto. Nossa família realmente aprecia estar junta. Como resultado, somos bem próximos de nossas filhas mais velhas. Meu marido muitas vezes se junta a nós na compra semanal enquanto minha filha e eu gostamos de acompanhá-lo em suas viagens de trabalho.

4) Famílias conectadas fazem exercício juntos e se divertem juntos.
Nós temos um ritual aos sábados pela manhã de pegar tacos para café da manhã e caminhar ao resor do Lago Town em Austin, o que achamos divertido. Existem diversos benefícios por estar ao ar livre e fazendo atividade física juntos. É mais difícil estar conectado com tecnologia do lado de fora e assim criar tempo para conversar. (…)

5) Famílias conectadas tem tradições significativas. Tradições são de grande valor, pois fazem parte da cola que mantem as famílias unidas. Elas dão as crianças o senso de segurança enquanto vivemos em um mundo cheio de incertezas e mudanças. É confortante saber que algumas coisas permanecem da mesma forma. Tradições dão as crianças e aos pais algo pelo que podem esperar, assim como algo com o que podem contar durante a época agitada de feriados….e durante o ano.
Tradições criam aproximação entre os familiares enquanto a repetição dos eventos constrói estabilidade.
Tradições que trazem os membros da família oara perto de Deus deveriam ser a prioridade da família. Algumas das tradições espirituais mais simples incluem orar junto, ir a igreja junto, e servir junto.
Pergunte aos seus filhos e marido o que eles pensam e analisem…vocês estão mais conectados diariamente a tecnologia ou à sua família?”

Até a próxima,

Deus abençõe,

Carmen

Anúncios